MBA Executivo em Administração: Negócios do Setor Elétrico

Compartilhar
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
  • Modalidade:
    Live
    Início: 26/10/2020
    Carga Horária:
    432 horas/aula
    Matriculas até: 19/10/2020
    Duração: 16 meses
    Para continuar, escolha a localidade mais próxima de você:
    Visualizar as informações do curso na página
    Para se inscrever em um curso, você deve escolher uma opção acima
    Para baixar o programa em um curso, você deve escolher uma opção disponível
To prevent automated spam submissions leave this field empty.
  • Sobre o curso
    Em meados dos anos 1990, o mercado de Energia passou por significativas mudanças estruturais que podem ser percebidas até os dias de hoje. O MBA Executivo em Administração: Negócios do Setor Elétrico promove ampla discussão e entendimento sobre a dinâmica do setor e os diversos partícipes no processo de geração, transmissão e distribuição da energia elétrica.

    Você irá adquirir:
    • Visão holística e estratégica das atividades empresariais e gerenciais do setor elétrico, com foco na criação de valor para a empresa
    • Capacidade de relacionar teorias à prática de gestão nas várias áreas de atuação do setor elétrico
    • Amplo conhecimento de aspectos jurídicos, regulatórios, operacionais e financeiros do setor
    • Visão estratégica diante das dificuldades habituais no dia a dia das elétricas
    • Habilidades de gestão, construindo as competências técnicas fundamentais à formação de um líder
    • Domínio de ferramentas que irão aprimorar suas tomadas de decisão.

    Clique aqui para acessar o programa e o cronograma completo do curso.

     

    TURMA CONFIRMADA

     

    Frequência: semanal

    2ª e 3ª – 19h às 22h20min

    Público-alvo
    Pré-requisitos:
    • Tempo mínimo de conclusão de graduação: 2 anos
    • Tempo mínimo de experiência profissional: 3 anos
     
    Maior experiência profissional pode reduzir a necessidade do tempo mínimo de formado.       
    A matrícula nesse curso pode possuir como pré-requisitos de formação e de experiência profissional tempos mínimos superiores aos indicados. Consulte-nos para obter mais detalhes do curso.

    Coord. Acadêmica: Glaucia Fernandes (FGV Energia)
    Economista pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). Mestre em Economia pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), Doutura em Finanças e Pós-doutora em Engenharia Industrial pela PUC-Rio. Durante o doutorado, foi pesquisadora visitante na University of Texas at Austin - McCombs School of Business. Foi Pesquisadora do Núcleo de Energia e Infraestrutura - NUPEI, no Departamento de Administração da PUC-Rio. Foi Assessora do Mestrado de Matemática Profmat, com núcleo no IMPA.

    Coord. Acadêmico: Luiz Roberto Bezerra (FGV Energia)
    Graduado em Engenharia Elétrica pela PUC/RJ. Mestre em Engenharia Elétrica pela COPPE/UFRJ. MBA em Gestão Empresarial pela UCM/RJ e MBA Executivo em Finanças pelo IBMEC/RJ. Coordenador de Pesquisa do Setor Elétrico da FGV Energia desde fevereiro de 2014. Membro Independente do Conselho de Administração da CHESF desde abril de 2019. Trabalhou em Furnas de 1979 a 2013. Foi Membro do Conselho de Administração da Santo Antônio Energia de 2011 a 2015.
    Programa

    MBA Executivo em Administração: Negócios do Setor Elétrico

    Contabilidade, Orçamento e Custos do Setor Elétrico

    Noções básicas de Balanço Patrimonial, Demonstrativo de Resultados e Índices Contábeis. Custos Fixos e Variáveis Operacionais e não Operacionais. Custos, Gastos, Investimentos, Perdas e Despesas. Introdução aos fundamentos da Estrutura de Orçamentos. Manual de Contabilidade do Setor Elétrico e suas Instruções Contábeis – IC. O Plano de Contas setorial. As novas regras de IFRS para Concessionárias de Serviço Público (IFRIC12).

    Aspectos jurídicos e tributários da regulação do Setor Elétrico

    Regulação de Energia Elétrica e a Constituição Federal de 1988. Principais aspectos das Leis nº 8.987 e Lei nº 9.074. O modelo regulatório brasileiro. Estrutura do setor elétrico. Segmentação da Indústria de Energia: geração, transmissão, distribuição e comercialização. Modalidades de delegação e seus regimes: concessões, permissões e autorizações de serviços e instalações. O uso do bem público e do recurso hídrico. Bens Vinculados e Reversibilidade. Licitações de concessão e de compra e venda de energia elétrica. Operações de transferência de controle societário e de outorgas; operações intrasetorial entre partes relacionadas. ANEEL: poder normativo (RES, REN e REH), fiscalizatório (SFE, SFF e SFG) e sancionador (REN nº 63/2004); controle externo dos atos regulatórios. Tributos e encargos no setor de energia elétrica brasileiro. Conta de Desenvolvimento Energético (CDE). Compensação Financeira pela Utilização de Recursos Hídricos (CFURH). P&D e Eficiência Energética. Taxa de Fiscalização de Serviços de Energia Elétrica (TFSEE). Encargos Serviços do Sistema (ESS). ONS. PROINFA. Pagamento pelo UBP (Uso do Bem Público). Compensação Ambiental. ICMS. PIS/COFINS.

    Comercialização de Energia Elétrica e Leilões

    Contratos no Ambiente de Comercialização Regulado (ACR) e no Ambiente de Comercialização Livre (ACL). Leilões para compra e venda de energia. O papel dos agentes de comercialização. Instrumentos de gerenciamento de risco. Formação de preços no mercado de curto prazo. Conceitos e precificação de opções de compra e venda de energia e SWAPS. Certificados de Energia Elétrica (que venderá energia no mercado Futuro), o papel da Câmara Comercializadora de Energia Elétrica, o Mercado Regulado e o Livre, a venda de excedentes, o Smart Grid como o maior marco transitório do setor em 60 anos, importação e exportação de Energia, autogerarão, o carro elétrico como grande desenvolvedor do mercado futuro. BRIX. Leilões A-5, A-3 e A-1. Leilões de Ajuste. Troca de contratos. Leilões específicos (Proinfa e Eólicas), Leilões de aproveitamento de potencial hidrelétrico, leilões de transmissão.

    Gestão de Pessoas para o setor elétrico

    Conceitos de liderança. Motivação de Equipes. Gestão por Competências. Estrutura das organizações. Gestão de Mudanças. Cultura Organizacional. Gestão de Pessoal próprio e terceirizado. Atração e seleção de pessoas. Capacitação e desenvolvimento de pessoas. O desafio da remuneração dos custos operacionais das distribuidoras pelo modelo de Benchmarking. Formas de diálogo e gestão de greves, paralizações, invasões e outras situações típicas em grandes obras.

    Operação do Sistema Elétrico Brasileiro e Formação de Preços

    Características estruturais e operacionais do sistema elétrico brasileiro. Otimização do despacho em um sistema hidrotérmico. Formação de preços. O Preço de Liquidação de Diferenças (PLD), a segurança energética da interligação dos sistemas, a importação e exportação de energia elétrica, o cálculo do custo de geração por Toneladas Equivalentes de Petróleo.

    Distribuição de Energia Elétrica

    Esta disciplina objetiva discorrer sobre os aspectos técnico-econômicos da distribuição de energia elétrica. Tarifas de distribuição de energia elétrica. Compra de energia pelas distribuidoras.  Fatores que influenciam o comportamento da carga. O serviço público de distribuição. Leis 8.078/90 e 8.987/95. Usuário e consumidor. Contrato de Concessão. A regulação da prestação do serviço. PRODIST – Procedimentos de Distribuição – Qualidade do Serviço e do Produto: indicadores de qualidade DEC/FEC, DIC/FIC e DMIC.  Conformidade dos níveis de tensão de fornecimento DRP e DRC. Resolução ANEEL 414/2010. Responsabilidade objetiva da distribuidora. Universalização dos serviços. O acesso e o uso dos sistemas de distribuição. Lei 9.074/95. Os contratos da distribuidora com consumidores e usuários. Os Conselhos de Consumidores. Concessionárias, Permissionárias e Cooperativas. Contratos de concessão soberanos. O estímulo ao investimento em Pesquisa e Desenvolvimento e Eficiência Energética. Perda do monopólio na comercialização a consumidores residenciais, comerciais e industriais cativos com o Smart Grid. Medição Eletrônica. Internet por cabos de alta tensão (PLC). Perdas: a Resolução ANEEL n°166, de 10 de outubro de 2005. Tipos de perdas técnicas e comerciais. Aferição de medidores. Sistemas para verificação de fraudes e desvios.

    Economia Aplicada

    Introdução à Microeconomia (Princípios de Teoria do consumidor; Demanda de produtos: efeitos-renda e substituição, elasticidade. Princípios de Teoria da firma: Função de produção, produto médio e marginal e taxa marginal ou técnica de substituição; Maximização de lucro e minimização de custos, curvas de custos; A oferta e o equilíbrio da firma no curto e no longo prazo. Estruturas de Mercado: Concorrência perfeita; Monopólio puro e natural. Externalidades: Direitos de Propriedade, Bens Privados e Bens Públicos. Introdução à Teoria dos Jogos); Introdução à Teoria da Regulação (Introdução à Teoria de Contratos; O que é Regulação?; Instrumentos típicos da Regulação; Introdução à Regulação por Incentivos).

    Estratégia Empresarial do Setor Elétrico

    Estratégia em empresas concessionárias de serviço público (monopólio natural) com receitas e os custos regulados. Impactos no planejamento estratégico das organizações. Análise do setor elétrico e desafios. Análise competitiva dos players. O planejamento e sua metodologia clássica. A importância da visão, missão e valores. Fatores críticos de sucesso. Analise de cenários, modelo SWOT. Montagem dos Indicadores e Metas. Montagem do Balanced Scorecard. Desenvolvimento do portfólio para obtenção da estratégia empresarial.

    Financiamento no Setor de Energia Elétrica

    Agências de classificação de risco. Conceito de rating das empresas do setor elétrico brasileiro. Aspectos relativos à governança corporativa e estrutura de propriedade atual do setor elétrico. Níveis de Governança Corporativa da BOVESPA. Conceitos de Project Finance, Emissão de debêntures, linhas de financiamento do BNDES, BID e outras agências de financiamento. Fundos de Investimento, FDIC`s; Regime Especial de Incentivos para o Desenvolvimento da Infraestrutura, Grandes consolidadoras da geração, transmissão e distribuição, linhas específicas do BNDES.

    Geração de Energia Elétrica, Quadro Atual e Perspectivas

    Análise de viabilidade técnica e econômica. Operação e manutenção. Automação. Fontes de financiamento. Fontes alternativas versus fontes convencionais. A interpretação do Planejamento Energético pelos grandes grupos privados. Problemas de licenciamento ambiental. Estudo de casos.

    Gestão Financeira para o Setor Elétrico

    Risco e Retorno. Custo médio ponderado de capital (WACC). Ações e dividendos: avaliação de ações. Análise Fundamentalista. Fluxo de Caixa de Investimentos. Critérios para análise de projetos e investimentos.

    Gestão e Licenciamento Ambiental

    Normas Internacionais de Gestão Ambiental. Legislação Ambiental Brasileira: Generalidades, Constituição Federal, Resoluções do CONAMA. Licenciamento Ambiental: Necessidade de licenciamento ambiental, Fases do empreendimento e o licenciamento, Audiência Pública. Diagnóstico Ambiental e Estudos de Inventário: Levantamentos necessários, Interação entre estudos ambientais e demais estudos, Comunicação Ambiental. Estudos de Viabilidade, Projeto Básico e Meio Ambiente: Estudos de Impacto Ambiental – EIA, Relatório de Impacto ao Meio Ambiente – RIMA, Projeto Básico Ambiental – PBA. Gestão Sócio Ambiental: Negociação e participação da comunidade, Implantação de programas ambientais, Auditoria e monitoramento ambiental, Relacionamento com stakeholders.

    Gestão e Mitigação de Riscos no Setor Elétrico

    Identificação de riscos e fatores de risco referentes aos processos típicos de concessionárias de geração, transmissão e distribuição de energia, sobretudo no tocante à regulação técnica, financeira e ambiental. Elaboração de matriz de riscos e controles (RACM) por meio da classificação dos riscos quanto à probabilidade e quanto ao impacto. A metodologia COSO. A diferença entre controles automáticos e manuais; preventivos, detentivos e preditivos. A diferença entre riscos internos e externos; financeiros, operacionais, estratégicos e compliance. A lei Sarbanes-Oxley – SOx aplicada a concessionárias de energia. O caso Enron.

    Matemática Financeira

    Relações fundamentais e taxa de juros. Regime de juros simples e de juros compostos. Séries Uniformes de pagamento. Sistemas de amortização de dívidas. Desconto de títulos e duplicatas. VPL e TIR.

    Modelo Institucional do Setor Elétrico

    Sistema elétrico brasileiro. Agentes institucionais. Agentes reguladores do setor. Fundamentos econômicos da regulação. Formas de regulação no ambiente do serviço de energia elétrica. Fundamentos econômicos da regulação.

    Planejamento e Matriz Energética

    Analisar a Matriz Energética Brasileira x Matriz Energética Mundial. Planejamento integrado para os setores elétrico e de gás natural. Planejamento da expansão de oferta de energia, Fontes Renováveis de Energia, Cogeração e Geração Distribuída, Programas de Eficiência Energética. O Balanço Energético Nacional e o Plano Decenal de Energia Elétrica.

    Revisão Tarifária

    Parcela Econômica e Financeira da tarifa. Estrutura Tarifária. Revisão Tarifária: Empresa de referência, estrutura ótima de capital, WACC da distribuição, base de remuneração, outras receitas, perdas, inadimplência, Fator X. Resolução Normativa ANEEL 367/2009: Novo Manual de Controle Patrimonial do Setor Elétrico - MCPSE. Características do 3o Ciclo de Revisão Tarifária (2011-2014).

    Transmissão de Energia Elétrica

    Analisar a Matriz Energética Brasileira x Matriz Energética Mundial. Planejamento integrado para os setores elétrico e de gás natural. Planejamento da expansão de oferta de energia, Fontes Renováveis de Energia, Cogeração e Geração Distribuída, Programas de Eficiência Energética. O Balanço Energético Nacional e o Plano Decenal de Energia Elétrica.
    Investimento
    Escolha o Município do encontro presencial para exibir as formas de pagamento.
    Escolha o Município do local de prova para exibir as formas de pagamento.
    Processo seletivo

    com processo seletivo: análise curricular

    processo seletivo com análise curricular

    • O processo seletivo é composto pela análise curricular do candidato;
    • É obrigatório o upload do currículo profissional e acadêmico além do preenchimento da ficha de inscrição;
    • A etapa “análise curricular” pode levar até sete dias úteis;
    • As informações submetidas pelo candidato e o resultado do processo seletivo serão mantidas em caráter confidencial e divulgadas somente ao e-mail cadastrado;
    • Caso necessário, o candidato poderá ser convidado a participar de uma entrevista.
    • Currículo acadêmico e profissional
    • Cédula de identidade
    • Foto recente 3 x 4 (colorida)
    • Diploma do curso de graduação

Contato

To prevent automated spam submissions leave this field empty.